Após a consulta com o oftalmologista ele lhe dá uma receita com o grau para a correção da sua dificuldade visual, mas e agora o que significa a receita?

Calma! Viemos através dessa matéria explicar o que significa cada campo da receita e como identifica-los. Geralmente as receitas oftalmológicas seguem um padrão, campo de longe, esférico, cilindro e eixo.

No campo esférico são destinados graus de Miopia, indicados pelo sinal negativo -, ou sendo positivo o grau será para a correção de hipermetropia, a miopia é a dificuldade em visualizar objetos que estão longe, já a hipermetropia auxilia na correção da dificuldade para enxergar objetos próximos.

Seguindo a ordem da receita, no próximo campo você encontrará o grau cilíndrico, ou seja, ele indicará se você possui astigmatismo, que é um problema que afeta na focagem dos objetos, essa dificuldade ocorre quando a córnea não é uniforme e os raios de luz por consequência não são refratadas corretamente, o que faz com que a imagem não fique perfeita, resultando em uma visão borrada e desfocada. Logo após o cilindro você encontra o eixo que estará preenchido para informar a localização do grau de astigmatismo.

Mas o que significa a adição?

A adição estará preenchida no campo de perto indicando a correção para presbiopia ou popular vista cansada. A presbiopia atinge pessoas com aproximadamente 45 anos, devido a perda da elasticidade e acomodação do cristalino do olho, impossibilitando uma visão clara a objetos próximos. Se na sua receita de óculos estiver preenchido tanto o campo de longe quanto o de perto não se assuste isso indica que você precisa de uma lente multifocal.

Procure sempre consultar com um médico oftalmologista de sua confiança, não use colírios ou outros medicamentos sem indicação médica.