Como saber se seu filho precisa usar óculos!

 

 

Se o seu filho está apertando os olhos para enxergar, fique atento!

 

Aproximadamente uma em cada quatro crianças em idade escolar apresenta algum problema de visão. Segundo a Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBOP) 50% desses casos poderiam ser revertidos se os pais tivessem descoberto ou prevenido a doença ainda quando bebês.

Alguns oftalmologistas orientam que o primeiro exame da criança deve ser feito ainda quando bebê, por volta dos 6 meses.

Após esse exame se não houver nenhuma diferença, a criança precisa passar por novos exames em idade pré-escolar (2 à 6 anos), idade escolar (10 à 12 anos) e ensino médio (15, 16 anos).

Existe também um exame realizado em recém nascidos que ajuda a diagnosticar doenças, se houver.

 

 

Teste do olhinho:

Realizado ainda na maternidade o teste do olhinho é simples e indolor.

Ele deve ser realizado nas primeiras horas de vida do bebê, através deste teste são descobertas doenças oculares como tumores, traumas de parto, catarata congênita, inflamações, hemorragias, mal formações e infecções.

Mães confiram alguns sinais que seus filhos podem apresentar e apontar possíveis problemas de visão:

 

Lacrimejar em excesso

Seu filho passa o dia lacrimejando? Isso pode ser consequência dele dormir com os olhos entre abertos, causando ressecamento durante a noite, e pelo dia para que haja uma compensação ele lacrimeja, o que dificulta muito a visão correta das coisas.

 

Dores de cabeça

A dor de cabeça merece bastante atenção. Observe se o seu filho reclama de dor na testa, durante a aula ou quando faz a lição de casa, isso pode ocorrer em decorrência do esforço que ele esteja fazendo para enxergar corretamente.

 

Aperta os olhos para fazer leitura

Se o seu filho está apertando os olhos para enxergar?

Pode ser que ele esteja querendo melhorar o foco visual usando o olho sem dificuldade para compensar o olho que está prejudicando sua qualidade visual.

 

 

 

 

 

 

Fica bem próximo à televisão

Pode ser apenas um costume, mas se o seu filho senta muito próximo a televisão, deve ser um sinal de que está na hora de procurar um médico oftalmologista.

 

Apresenta dificuldade para ler ou usa o dedo para acompanhar as linhas

Mesmo que alfabetizado seu filho pode apresentar problemas para ler, ou até mesmo pular de linhas quando está lendo, dificultando que ele acompanhe os colegas durante as leituras.

 

 

Anda com a cabeça baixa

Quando a criança possui desequilíbrio no músculo ocular ou necessita de uma correção visual geralmente por consequência acaba tendo visão dupla ao tentar focalizar algum objeto ou olhar para o chão, para prevenir quedas acaba andando de cabeça baixa.

 

Cobre o olho com uma das mãos

Para possuir uma visão melhor em um olho do que no outro, seu filho pode tapar um dos olhos para assistir televisão, ou até mesmo para realizar atividades escolares.

 

Olhos sensíveis à luz

Fácil de identificar, essa dificuldade merece ser investigada, procure um profissional para apurar se o seu filho precisa ou não de óculos de grau.

 

Coçar os olhos

A fadiga ocular está aliada tanto com esforços repetitivos do dia-a-dia quanto a problemas oculares.

 Que tal aproveitar que as férias de Julho estão chegando para marcar uma consulta para o seu filho? 

Em qualquer fase da vida é de extrema importância as consultas regulares ao oftalmologista, descobrindo possíveis problemas visuais e iniciando a correção, possibilitando assim um maior cuidado com os olhos.