Pé no pedal: ciclismo noturno

 

 

 

 Que happy hour que nada, bora pedalar?!

 

A rotina corrida de quem mora em grandes centros urbanos e não conseguem treinar durante o dia ou até mesmo para os que procuram mais tranquilidade, levou alguns ciclistas a optarem pelo pedal noturno. Quando anoitece a percepção do asfalto não é mais a mesma do que durante o dia, o foco visual é limitado o que leva ao ciclista ter mais atenção e tornar o pedal mais intenso, as luzes da cidade e o cenário para o pedal noturno tornam o momento único.

 

Mas é preciso ter cautela para tornar o pedal noturno tão seguro quanto o pedal diurno. Siga algumas dicas e pedale com segurança!

 

 

Cuidado para não sumir perto de grandes veículos:

Quanto maior for o veículo ao seu lado, como um ônibus ou caminhão por exemplo, menor será a visão do motorista dos lados, ou seja há o chamado “ponto cego” uma brecha em que o retrovisor não pega o que está do seu lado. Por isso, só ultrapasse quando tiver certeza que estará visível ao motorista. Caso contrário mantenha-se atrás do veículo.

 

Roupas:

Use roupas em tons claros, elas tornarão você visto, e caso a temperatura esteja caindo é só levar uma capa corta vento dobrada no bolso, esfriou? Ela está lá para lhe socorrer.

 

Luzes:

Torne sua bike bem iluminada, uma forma de deixá-la mais segura é instalar um kit de iluminação, facilitando sua visibilidade e aumentando sua segurança.

 

Kit de socorros:

É recomendado, que você leve junto um kit remendo e uma câmara reserva, afinal nunca se sabe quando ocorrerão imprevistos.

 

Gostou dá ideia e está pensando em aderir ao ciclismo noturno?! O primeiro passo é buscar um grupo que pedale de maneira inteligente com respeito e seriedade. O ciclismo é uma prática que traz inúmeros benefícios ao nosso corpo, mas se feito de maneira incorreta ou inconsciente pode trazer danos e causar acidentes.

 

Vá preparado, se alimente e não esqueça de se hidratar, muitas vezes com o pique da correria diária muitos ciclistas vão praticar logo após o trabalho esquecendo de se alimentar, e ao meio do pedal estão desidratados e com fome. Para evitar esse problema se alimente e leve consigo uma garrafinha de água e barra de cereais, elas podem ser úteis caso bata aquela fome inesperada!

 

É muito importante que você pedale de forma consciente, respeitando os outros ciclistas, pedestres e os motoristas.

 

 

Os sinais de braço são muito usados para sinalizar e podem evitar acidentes!